O que é SEO? Descubra como ele pode ajudar sua empresa.

15 de outubro de 2019
Criação de Sites

Ser visto e lembrado pelos clientes, sempre foi a necessidade primária das empresas ao longo da história. Antigamente, as maneiras mais usuais de se conseguir isso, era investindo em campanhas publicitárias na TV, escolher a melhor localização das lojas, extenso trabalho de Marketing, etc. Nesse ponto, você deve estar se perguntando: o que é SEO e o que ele tem a ver com isso?

SEO é forma mais atual e moderna da sua empresa obter visibilidade por parte dos clientes, em um mundo novo, repleto de novas exigências, fruto da transformação digital que vem ocorrendo, da Internet e de outros fatores. Por isso, essa estratégia é o foco de muitos profissionais de Marketing Digital.

Muita coisa mudou e outras continuam iguais. Entre os aspectos que continuam os mesmos do passado, a visibilidade ainda é o alvo de todos, afinal ela traz vendas! O que mudou, são os meios para se alcançar tal visibilidade e que tem muito a ver com o trabalho de SEO, já que toda vez que alguém não tiver um fornecedor de algo em mente, quase que invariavelmente vai buscar na Internet alguém que lhe atenda!

Ficou curioso para entender mais sobre esse tema, aprendendo a aplicá-lo em sua empresa? Então, não deixe de ler este artigo até o final!

Afinal, o que é SEO?

SEO ou Search Engine Optimization (Otimização para mecanismos de busca), refere-se a um conjunto extenso de aspectos que devem ser considerados no trabalho de criar uma grande presença digital para sua empresa, visando ser bem avaliado pelos sites de busca, como o Google, a fim de que seus produtos / serviços, sua marca, seu site, enfim o seu nome apareça bem posicionado nas páginas de resultados por eles exibidos.

Esses aspectos – os quais você verá em seguida – representam o que é avaliado pelos mecanismos de busca para classificar que sites respondem melhor a dúvida digitada pelo usuário no buscador.

Deve-se entender qual é o negócio do Google e de outros mecanismos de busca: Informação de qualidade! Assim, a razão do sucesso do Google, é entregar aquilo que você quer saber, logo nos primeiros resultados. Embora você tenha até centenas de milhares de possibilidades, você não quer navegar por 10, ou mesmo 5 páginas de resultados até encontrar o que busca, não é?

Sabendo disso, o Google estabelece um ordenamento – conhecido como ranqueamento – segundo o qual, os resultados são exibidos começando pelos que tem a maior probabilidade de serem o que você busca, com melhor qualidade em termos do conteúdo específico e relacionado.

Portanto, todo mecanismo de busca procura ser tão inteligente quanto é possível na avaliação de todo o conteúdo que ele indexa e classifica, para lhe entregar resultados tão precisos e bons quanto você espera.

Por outro lado, cabe a quem produz conteúdo para seu site, conteúdo para o blog, para a loja virtual, ou qualquer outra forma de estar presente na Internet, preocupar-se com a relevância, abrangência, utilidade e organização deste conteúdo, por meio do domínio de estratégias de SEO, que farão com que o Google “saiba” que seu conteúdo é aquele que o usuário procura.

Como o SEO impacta o ranqueamento do site?

Quando buscamos algo no Google usamos uma frase ou palavras que se referem àquilo que buscamos. Por exemplo: “como fazer pão italiano?”. Nessa busca, as palavras mais importantes, são: “pão italiano”, concorda?

Pois bem. A isso dá-se o nome de “palavra-chave”. Suponhamos que uma padaria próxima deseja vender pão italiano. Nesse caso, ela poderia trabalhar conteúdos usando esse termo, de modo que o seu site fosse encontrado quando alguém demonstrasse interesse por pão italiano.

No entanto, se em vez de “pão italiano”, no site da padaria constasse apenas “pão”, no resultado da busca por pão italiano, não irá constar o site da padaria, pois o termo “italiano” dá relevância e semântica ou significado diferentes à palavra pão. Os sites de buscas entendem que este site não oferece uma resposta satisfatória para aqueles que estão buscando informações sobre essa busca específica.

Mais que isso, em variações sutis, mas importantes da pesquisa, se tivermos: “receita de pão italiano” e “onde comprar pão italiano”, por mais que as palavras “pão” e “italiano” sejam trabalhadas de todas as formas possíveis, é improvável que a padaria conste listada nos resultados da busca para a primeira pesquisa, exceto se ele tiver um blog com a “receita” do pão buscado e a palavra receita também apareça, a qual neste exemplo, é também palavra-chave e, portanto, tem relevância.

Mas não para por aí! Ainda utilizando as alternativas de pesquisa acima, caso a padaria tenha além do site, um cadastro no serviço Google Meu Negócio, todas as pesquisas feitas usando o segundo exemplo – onde a palavra-chave “comprar” tem importância – e nas quais o usuário tem proximidade geográfica com a padaria, retornarão um resultado em que a padaria é listada.

Ou seja, o SEO estende seus braços além do Marketing de Conteúdo propriamente dito, usando recursos de Marketing Digital, para ajudar a posicionar melhor sua marca e consequentemente, proporcionando visibilidade.

Esse é um exemplo simples, mas ilustra a importância de entender SEO para tirar proveito dos sites de pesquisa, alcançando a visibilidade que um negócio almeja ter.

Você conhece essas práticas de SEO?

A seguir, vamos tratar de algumas práticas básicas, mas que se bem executadas, ajudam consideravelmente em um bom posicionamento, ressaltando que este é um trabalho que deve ser permanente e cujos resultados vêm ao longo do tempo.

Heading Tags

Os mecanismos de busca leem os sites de uma forma diferente da lida pelos visitantes. Mais do que simplesmente o conteúdo, eles leem os códigos que foram usados na construção desses sites. Por isso, os títulos dos conteúdos têm um papel importante e, se você quer saber o que é SEO e como ele pode ajudar sua empresa, você deve se lembrar disso.

Quando você coloca em seus títulos termos estatisticamente relevantes, isso reforça para os sites de busca que o seu site pode ser uma opção para responder às dúvidas dos usuários. O título tem tanta importância quanto tem na matéria de jornal, ou mesmo na redação que fazíamos na escola. Ele exprime – ou não – o conteúdo que temos a seguir.

Tendo isso em mente e voltando ao nosso exemplo, qual título a seguir é o mais indicado em um blog da nossa hipotética padaria? “Aprenda a fazer pão italiano!” ou “Que tal aprender esse delicioso pão”? Nesse caso, está claro que o primeiro é o mais adequado.

Contudo, também é importante usar subtítulos, pois eles tornam a leitura mais agradável e reforçam, aos mecanismos de busca a relevância de sua página para o termo pesquisado, sobretudo quando os subtítulos contêm palavras que se associam de forma importante com os termos principais.

Continuando com panificação, possíveis subtítulos que potencializam as palavras-chave, são: “Como ter um pão italiano sempre crocante”, “como guardar seu pão italiano”, “quanto tempo dura o pão italiano”. Ou seja, perguntas e as respectivas palavras que dão outros significados ao pão italiano e que também são dúvidas comuns de quem busca receitas.

Linkagem interna

Uma estratégia de SEO é algo que deve ser pensando a longo prazo. Por isso, seu site deverá ser atualizado com regularidade. O ideal é que o internauta não saia do blog ao encontrar o que procura, e sim continue lendo outros conteúdos e conhecendo mais tipos de conteúdo que você tenha preparado, como fotos ou vídeos. Quem sabe um e-book com dicas e receitas de pães?

Para isso, existe a técnica de linkagem interna. Essa técnica tem o objetivo de distribuir links dos conteúdos já escritos dentro do blog para fazer com que o visitante fique mais tempo na página. Se por exemplo, você tem um artigo que fala sobre fermentos e leveduras, pode inserir o link correspondente na receita. Um outro sobre temperatura dos fornos, tipos de farinha, tempo de crescimento da massa, também. E assim por diante.

Ao fazer este tipo de trabalho, criando links que relacionem um determinado conteúdo aos demais, você dá relevância ao conteúdo que o visitante acessou e perante os mecanismos de busca, seu conteúdo também acaba sendo melhor classificado.

Hospedagem

A hospedagem é muito importante no SEO. Imagine a dificuldade que um “site fora do ar” ao longo do dia, terá para fidelizar um usuário. O mesmo vale se um site está lento. Ambas são situações que fazem com que os visitantes optem por sites estáveis e rápidos, afinal a Internet é repleta de opções.

A empresa de hospedagem de site deve fornecer uma infraestrutura confiável e condizente com suas necessidades, alternativas de planos que possam atender os requisitos do seu site, como por exemplo, planos de hospedagem WordPress, que atualmente é o CMS mais usado como plataforma de criação e manutenção de vários tipos de site.

Ao optar por uma boa plataforma de desenvolvimento, entre outros benefícios, você conta com ferramentas – como os plugins no caso do WordPress – que ajudam muito no trabalho de SEO.

O Google considera esse fator na hora de mostrar os sites para os internautas. Então, contratar uma empresa de hospedagem de sites competente e que é muito importante para manter a empresa ainda mais visível na web.

Título

O título é um fator de relevância, que influenciará o usuário a clicar no conteúdo, ou não. Por isso, quando estimula a curiosidade e é objetivo, ele auxilia nas técnicas de SEO. Não se deve prometer aquilo que o site não vai cumprir.

Além disso, ele deve ter boa legibilidade. Deve-se evitar títulos longos, o ideal é que ele tenha até 67 caracteres para ser lido inteiramente pelos usuários.

Títulos que contenham pesquisas mais comuns e que evidenciam o que é tratado, ajudam muito. Assim, o nosso dono de padaria, deve ouvir muito perguntas como: “O que é fermentação natural?”, ou “Qual a diferença entre fermento químico e biológico?”. Logo, títulos exatamente como estes, devem trazer um bom contingente de visitantes, pois é provável que se coloquem exatamente tais perguntas, quando vão ao Google.

Meta Description

Quando pesquisamos algo no Google, ele nos oferece um pequeno resumo do conteúdo. A esse resumo damos o nome de Meta Description. Essa breve introdução do assunto é usada pelo usuário para decidir se vai ou não visitar o site.

Nesse caso, a dica é pensar com a cabeça do internauta e escrever um texto que demonstre que ele encontrará o que procura. Descrições suficientemente boas, devem dar uma noção do conteúdo encontrado, mas ao mesmo tempo devem estimular o interesse do internauta a ler o restante do conteúdo. Afinal, por que o usuário clicará no link se tudo o que ele quer saber já consta na descrição?

Conteúdo de qualidade

De nada valerão os pontos anteriores se o seu conteúdo for de baixa qualidade. Quando se trata de SEO, é importante levar a qualidade a sério. Mas, o que é um bom conteúdo?

Em primeiro lugar, é um conteúdo honesto, que entrega o que promete. Em segundo lugar, é um material original. O Google pune sites que cometem plágio, banindo-os da plataforma em alguns casos.

Além disso, é muito importante conhecer seu público-alvo. Você precisa saber como sua estratégia de SEO pode ajudá-lo, quais são os seus hábitos online e de que forma ele quer consumir informação. Uma forma de ter informação correta e relevante para direcionar o desenvolvimento do conteúdo, é saber utilizar e interpretar as informações do Google Analytics.

Outro ponto importante, é evitar truques visando iludir os mecanismos de busca. Por exemplo, utilizar excessivamente as “palavras-chave” em um texto para ser encontrado no Google. Isso torna a leitura desagradável e é considerado uma atitude ruim pelas ferramentas de busca.

As palavras devem ser utilizadas com naturalidade e na frequência necessária. O texto precisa ser coeso e fazer sentido, do contrário, mesmo que você consiga um bom resultado no ranqueamento do Google, o usuário não se sentirá motivado a retornar, se a leitura não for agradável e fácil.

Isso não é tudo. SEO é um assunto extreamente amplo e complexo. Existem profissionais e empresas especializados em desenvolver um trabalho amplo e estruturado, o qual normalmente tem início, mas não tem fim, uma vez que uma presença digital consistente, é permanente em termos de crescimento e de adaptabilidade às exigências que mudam continuamente. Todavia, você já é capaz de dar os primeiros passos por conta própria.

Se você gostou deste artigo que explicou o que é SEO curta nossa página no Facebook para não perder os próximos posts! Sempre publicamos dicas valiosas sobre Marketing Digital e assuntos relacionados com tecnologia, administração e negócios.

Fonte: Hostmidia

 

Deixe um comentário